Publicado em Deixe um comentário

🌝 Lua Cheia em Capricórnio, na Nakshatra Dhanistha

Lua Cheia em Capricórnio, na Nakshatra Dhanistha

Conforme o Sol nasce em Câncer na manhã de 15 de agosto, a Lua chega ao ponto de plenitude em 29° de Capricórnio. Ao contrário de julho, quando a Lua Cheia foi eclipsada pela conjunção de Ketu e Saturno em Sagitário, esta Lua Cheia escapa todos os aspectos planetários negativos, oferecendo momentos de calma reflexão e discernimento após meses de turbulência, obstáculos e atrasos inesperados.

Podemos começar a sentir as marés virando neste momento. O movimento direto de Júpiter também se assentará à medida que começarmos a ver a esperança de criar novas formas e estabelecer novas raízes. O dispositor da Lua neste momento, Saturno, no entanto, permanece em um abraço apertado com Ketu em movimento retrógrado, lembrando-nos que nossos novos alicerces exigem paciência para se estabelecerem.

Vênus também está em uma conjunção apertada com o Sol neste momento, pois ambos estão prestes a entrar em Leão no final dos graus gandanta de Câncer. Este pode ser o ponto de partida ou quebra para algumas pessoas em sua posição de relacionamento atual. A dinâmica de relacionamento ou parceria pode ter estado turbulenta durante este ano e esta conjunção de Vênus com o Sol pode ajudar a revelar as chaves para superar as turbulências, ou romper.


Na astrologia védica, a Lua em trânsito traz resultados positivos quando transita na 1ª, 3ª, 6ª, 10ª e 11ª casa, contando a partir de onde a Lua estiver posicionada no mapa natal (D1). Nas casas restantes, traz alguns desafios.

Casa Onde O Trânsito da Lua Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 10
Touro 9
Gêmeos 8
Câncer 7
Leão 6
Virgem 5
Libra 4
Escorpião 3
Sagitário 2
Capricórnio 1
Aquário 12
Peixes 11
Publicado em Deixe um comentário

🌑 Lua Nova em Câncer na Nakshatra Pushya

Em 31 de julho (1º de agosto em algumas partes do globo), às 11:11pm (-5 UTC), temos uma Lua Nova no signo sideral de Câncer, que é o signo domiciliar da Lua, Moolatrikona, e na nakshatra Pushya. Pushya é a estrela da nutrição, e no dia de Lua Nova é importante nutrir o seu eu interior; usar o momento para retroceder, fazer uma pausa e refletir sobre o mês que passou e planejar o que virá adiante.

Pushya é governada por Saturno, o disciplinador, e a divindade da nakshatra Pushya é Brihaspati, o sacerdote divino. Recitação de mantras, meditação e práticas espirituais são extremamente eficazes durante este momento. Recite o simples, mas poderoso, mantra de Shiva “Aum Namah Shivaya” 108 vezes ou mais (use um de nossos rosários de rudrakshas para contar), visto que Lua Nova é dedicada ao Senhor Shiva.

Muitos de nós podem sentir letargia e cansaço durante esse período. Mantenha-se bem hidratado para ajudar a combater isso. Podemos sentir falta de motivação para fazer as coisas. Isto é principalmente devido a Marte, o planeta da paixão e ação, estando em seu ponto mais baixo (debilitação). Anote e reflita sobre tudo o que aconteceu no passado ciclo lunar e estabeleça intenções para o próximo ciclo lunar. Honre seus antepassados, ore a eles e expresse sua gratidão.


Na astrologia védica, a Lua em trânsito traz resultados positivos quando transita na 1ª, 3ª, 6ª, 10ª e 11ª casa, contando a partir de onde a Lua estiver posicionada no mapa natal (D1). Nas casas restantes, traz alguns desafios.

Casa Onde O Trânsito da Lua Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 4
Touro 3
Gêmeos 2
Câncer 1
Leão 12
Virgem 11
Libra 10
Escorpião 9
Sagitário 8
Capricórnio 7
Aquário 6
Peixes 5
Publicado em Deixe um comentário

🌕 Lua Cheia em Sagitário na Nakshatra Mula

Lua Cheia em Sagitário na Nakshatra Mula

A Lua estará cheia no dia 17 de junho à 1° de Sagitário, às 04:31 AM (do horário de Nova York), oposta ao Sol, à 1° de Gêmeos. A Lua é forte quando cheia, mas, neste mês, a Lua cheia é unida por malefícios.

A Lua compartilha Sagitário com a forte conjunção de Saturno e Ketu e o Sol compartilha Gêmeos com Mercúrio, Marte e Rahu, porém, o Sol e a Lua estão em nakshatras diferentes dos outros planetas, que estão ocupando o mesmo signo. Portanto, o eixo nodal está muito longe da oposição Sol-Lua para causar um eclipse neste mês.

A Lua forte e brilhante abre nossos sentimentos humanos emocionais, vulneráveis ​​e sensíveis. Assim como a Lua nova no início de junho, esta Lua cheia está em um estado liminar, somente à 1º de Sagitário, com Júpiter, o senhor de Sagitário atualmente em estado retrógrado. A combinação de Saturno e Ketu pode ser bem desagradável para a Lua emocionalmente aberta; o que pode trazer o potencial para sentimentos feridos, solidão ou desapontamento durante este período.

Nove de PausCom tanta incerteza no ar, causada pelo eixo nodal, a condição retrógrada de Júpiter e Saturno, o estado liminar do Sol e da Lua durante os pontos importantes do ciclo de lunação, além do poder e energia adicionais de Marte e Mercúrio adicionados ao eixo nodal, podemos ter problemas em manter o equilíbrio emocional este mês. Preste atenção às flutuações caóticas de humor e tente permanecer objetivo em vez de se deixar levar pela paixão do momento. Esta Lua cheia pode trazer eventos que revelam as causas e intenções básicas.

A associação astrológica, Lua em Sagitário, com a carta de tarô Nove de Paus, mostra grande resiliência e força de caráter — combinando a mente sensível, a Lua, com as qualidades sagitarianas da percepção direta e a disposição para assumir riscos. Essa combinação também pode revelar a necessidade de explorar fatores ocultos, cavar fundo para chegar à verdade.


Na astrologia védica, a Lua em trânsito traz resultados positivos quando transita na 1ª, 3ª, 6ª, 10ª e 11ª casa, contando a partir de onde a Lua estiver posicionada no mapa natal (D1). Nas casas restantes, traz alguns desafios na vida.

Casa Onde O Trânsito Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 9
Touro 8
Gêmeos 7
Câncer 6
Leão 5
Virgem 4
Libra 3
Escorpião 2
Sagitário 1
Capricórnio 12
Aquário 11
Peixes 10

 

Publicado em Deixe um comentário

🌑 Lua Nova em Touro na Nakshatra Rohini

Lua Nova em Touro na Nakshatra Rohini

A Lua Nova de junho ocorre no dia 3 às 6:01 AM, no horário de Nova York, em Touro sideral na Nakshatra Rohini. As influências planetárias deste período da Lua Nova dão uma indicação de temas que provavelmente caracterizarão o mês de junho. Tanto o signo de Touro como a mansão lunar da Nakshatra Rohini têm características fixas e de terra e, assim, com conotações de estabilidade prática e uma tendência para o apego ao conforto externo.

No mapa da Lua Nova deste mês, uma colocação notável é a de Saturno, que governa a 9ª e a 10ª casas. A 9ª casa é uma casa de dharma ou crenças pessoais orientadoras da vida, ética, caminho espiritual e aprendizado superior. A 10ª casa é uma casa primária de ação, trabalho, direção profissional e vida pública. Saturno posicionado na transformadora, mas desestabilizadora, 8ª casa deste mapa está muito próximo à Ketu, o afiado nodo lunar sul. Esses fatores podem prontamente trazer alguma forma de reestruturação externa ou poderosa busca interna da alma em relação à direção e ao trabalho da vida. Dentro disso, pode haver um elemento do inesperado, onde a influência de Ketu muitas vezes traz um elemento repentino.

Neste mapa, Júpiter está na 7ª casa de parceria, enquanto governa a 11ª casa de expansão e ganhos, e a 8ª casa que rege os recursos potenciais de outro, onde alguma forma de parceria pode servir como uma perspectiva de oportunidade, poder criativo ou suporte material. Visto que aqui Júpiter está no signo de Escorpião, também pode haver um elemento da natureza subterrânea de Escorpião, tais como limites pouco claros, complexidade psicológica ou informações ocultas.

Em resumo, o mapa da Lua Nova deste mês sugere temas com um cenário de mudança no local de trabalho. Pode haver uma necessidade de avaliar profundamente ou manter os ideais e valores mais importantes da vida. Uma aliança com alguém pode ser considerada como uma fonte potencial de apoio, que talvez deva ser vista com discernimento. Também pode haver a ponderação de se dar prioridade à busca de segurança ou ao que está mais certo dentro de um quadro maior e de longo prazo.

Casa Onde O Trânsito da Lua Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 2
Touro 1
Gêmeos 12
Câncer 11
Leão 10
Virgem 9
Libra 8
Escorpião 7
Sagitário 6
Capricórnio 5
Aquário 4
Peixes 3
Publicado em Deixe um comentário

🌕 Lua Cheia em Escorpião na Nakshatra Anuradha

Lua Cheia em Escorpião na Nakshatra Anuradha

Esta Lua Cheia ocorre em Escorpião, às 18:11 do horário de Brasília, na mansão lunar de Anuradha, regida por Saturno. Neste trânsito, a Lua passa pelos primeiros graus de Escorpião, onde fica em debilitação máxima, ou profundamente “debilitada”, dando efeitos instáveis. Isso pode causar um dia emocionalmente sensível, ou uma atmosfera agitada, que é mais adequado para planos descomplicados e dar espaço para um ritmo natural das coisas. A Lua estará em seu grau de debilitação máxima às 17:16 (-3 UTC), ou aproximadamente uma hora antes da Lua Cheia. Sob a dignidade de debilitação, surge a oportunidade de um excelente crescimento, quando é necessário um esforço mais intenso. Esta Lua Cheia atinge sua amplitude no início da nakshatra Anuradha, o que nos ajuda a permanecer em curso e a superar desafios. Mais tarde, nesta noite, a gentil e leal mansão lunar de Anuradha pode mais facilmente dar efeitos mais estáveis e desejáveis, que podem ocorrer dentre amigos e a comunidade. Anuradha é regida pelo planeta Saturno (retrógrado no momento) e Escorpião é co-regido por Marte e Ketu.

A Lua Cheia também se junta a Júpiter retrógrado em Escorpião, quando eles se opõem ao Sol e a Mercúrio em Touro. Estes signos são fixos em sua natureza, implicando sustento, construção e retenção. Todas as ações agora produzirão frutos no futuro. A influência de Vênus pode trazer surpresas nos relacionamentos, dinheiro e um sentimento de amor à primeira vista. Também podemos encontrar uma nova maneira de nos relacionarmos uns com os outros. Nossas conexões com entes próximos serão alteradas nas próximas semanas. Se você entrou recentemente em uma relação, não fique muito apegado e deixe esse período passar.

As influências planetárias deste período farão ou quebrarão algumas carreiras. Saturno não vai tolerar meias medidas ou compromissos volúveis, e exigirá resistência e metas de longo prazo. Esta combinação nesta Lua Cheia fará você perceber sua posição no relacionamento atual. Além disso, a influência de Saturno retrógrado na Lua Cheia enfatiza as questões de crédito. Assegure-se em não ficar sobrecarregado de dívidas.


Na astrologia védica, a Lua em trânsito traz resultados positivos quando transita na 1ª, 3ª, 6ª, 10ª e 11ª casa, contando a partir de onde a Lua estiver posicionada no mapa natal (D1). Nas casas restantes, traz alguns desafios.

Casa Onde O Trânsito da Lua Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 8
Touro 7
Gêmeos 6
Câncer 5
Leão 4
Virgem 3
Libra 2
Escorpião 1
Sagitário 12
Capricórnio 11
Aquário 10
Peixes 9
Publicado em Deixe um comentário

🌑 Lua Nova em Áries na Nakshatra Bharani

Lua Nova em Áries na Nakshatra Bharani

O Sol e a Lua vão se conectar a 20° de Áries em 4 de maio de 2019, às 18:47 do horário de Nova York, na nakshatra Bharani, regido por Vênus. Isso coloca o Sol em seu auge de exaltação e, novamente, vemos um planeta de fogo num signo de fogo, mas numa nakshatra regida por Vênus. Vênus está no momento exaltado em Peixes, enquanto que o Sol (também exaltado), a Lua e Mercúrio ocupam Áries, regido por Marte e posicionado no signo adjacente, Touro, também apoiando o trio em Áries.

Este tema de fogo contendo água está se repetindo e as junções entre os signos de água e fogo são pontos de gandanta, indicando desafios e lutas pelos planetas colocados nessas zonas. A relação entre Marte e Vênus traz temas semelhantes. Não há afinidade natural entre esses dois planetas, mas há uma atração apaixonante que muitas vezes resulta numa dança de compromisso e poder. A energia de Bharani apóia o nascimento de coisas novas. Áries é um signo de iniciação e avanço. Aproveite este momento para escolher um novo caminho, projeto ou empreendimento.

As energias desta Lua Nova encorajam a reorganização das coisas materiais da vida que podem estar relacionadas a uma situação de parceria, seja social, romântica ou comercial. Além disso, pode haver uma experiência de reestruturação em um ambiente, e talvez uma situação de reorganização de despesas ou um processo de separação, onde Vênus está na 12ª casa que governa finais, perdas e também lugares distantes. A mansão lunar da Nakshatra Bharani, onde ocorre a Lua Nova, tem conotações de repentinidade, onde, por exemplo, planos que têm estado escondidos ou em quieta gestação podem ser repentinamente revelados de maneiras que trazem um elemento de surpresa. Além disso, os traços de fogo desta Lua Nova em Áries podem encorajar ação energizante ou impulsiva.

Carta de Tarô “Queen of Wands” (Rainha das Varas)

A Carta de Tarô que representa este cenário astrológico é a “Queen of Wands” (Rainha das Varas) e seu significado é que “ideias florescem e agora você pode mostrar aos outros o que você pode fazer. Não é hora de reticência; acenda seu entusiasmo e se expresse. Reflita também sobre como você está administrando sua vida agora, para ter certeza de que terá tempo para abrir espaço para as oportunidades que surgem em seu caminho. No geral, a “Rainha das Varas” mostra que haverá a força necessária e os relacionamentos também estão energizados — romance, amizades, laços familiares e contatos profissionais.”

Na astrologia védica, a Lua em trânsito traz resultados positivos quando transita na 1ª, 3ª, 6ª, 10ª e 11ª casa, contando a partir de onde a Lua estiver posicionada no mapa natal (D1). Nas casas restantes, traz alguns desafios na vida.

Casa Onde O Trânsito da Lua Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 1
Touro 12
Gêmeos 11
Câncer 10
Leão 9
Virgem 8
Libra 7
Escorpião 6
Sagitário 5
Capricórnio 4
Aquário 3
Peixes 2
Publicado em Deixe um comentário

🌕 Lua Cheia em Libra na Nakshatra Chitra

Lua Cheia em Libra na Nakshatra Chitra

Em 19 de abril, às 07:12 AM do horário de Nova York, a Lua estará completamente cheia à 04°59” em Libra na nakshatra Chitra, que é regida por Marte e simbolozida como uma jóia brilhante, ou pérola, uma luz brilhante refletindo o espírito dentro de nós.

Com o Sol forte, na sua atual exaltação em Áries, e a Lua brilhante em Libra, temos a chance de ver claramente, juntar nossas forças e estabelecer uma nova direção. Este é um bom alinhamento planetário que coloca o Sol e a Lua numa relação harmoniosa, assim como Marte, regente de Chitra, e Vênus, regente de Libra, que refletem as qualidades masculinas e femininas da terra.

Marte rege Áries, o signo que exalta o Sol, e estará em Touro, regido por Vênus. Vênus também governa Libra, onde a Lua cheia estará posicionada, e está no momento exaltado em Peixes. A nakshatra Chitra fica dentro de Libra, mas é governada por Marte, nos mostrando um lugar no zodíaco onde a força do fogo de Marte é canalizada através da criatividade de Vênus. Este é um momento espetacular para inspiração artística e criação vital. Esses fatores são favoráveis ​​e positivos, especialmente a energia de Mercúrio e Vênus em Peixes, buscando honrar os términos ocorrendo no momento e impulsionar o Sol adiante.

A mansão lunar de Chitra Nakshatra é simbolizada por uma pedra preciosa brilhante. Esta estrela cativante e entusiasmante encoraja atividades que permitem brilhar e animar atos de individualidade e independência. Quando a Lua transita nesta nakshatra numa sexta-feira, isso forma uma combinação que incentiva a realização.

Dois de EspadasA carta do Tarot correspondente deste trânsito da Lua em Libra é Dois de Espadas, que representa tempo para pensar e um impasse como significância primária. Na numerologia, ela é representada pelo número 2 (regido pela Lua). A carta Dois de Espadas indica tempo de reflexão antes de uma decisão. Uma situação chegou a um impasse, assim, você pode ver esse período como uma trégua ou um descanso antes de uma nova negociação. A tendência é se proteger, ter um pouco de paz e não agir. Infelizmente, uma batalha que se aproxima não pode desaparecer; resolva para terminá-la. Caso contrário, o problema aumenta e pode retornar. A venda nos olhos da mulher e o mar mostram uma necessidade de não confiar em estímulos imediatos, mas em pensamentos e sentimentos mais profundos, aquela parte da mente inconsciente que chamamos de nosso Eu Superior, nossa intuição. Sua posição sentada, quando combinada conceitualmente com as espadas balanceadas e a venda, também pode lembrar a carta da Justiça. No entanto, aqui o conceito de justiça não é de retribuição, mas de tomar decisões que são equilibradas, morais e que acreditamos serem harmoniosas dentro e fora de nós mesmos.

Na astrologia védica, a Lua em trânsito traz resultados positivos quando transita na 1ª, 3ª, 6ª, 10ª e 11ª casa, contando a partir de onde a Lua estiver posicionada no mapa natal (D1). Nas casas restantes, traz alguns desafios na vida.

Casa Onde O Trânsito Ocorre Para Cada Signo

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 7
Touro 6
Gêmeos 5
Câncer 4
Leão 3
Virgem 2
Libra 1
Escorpião 12
Sagitário 11
Capricórnio 10
Aquário 9
Peixes 8
Publicado em 2 comentários

🌑 Lua Nova em Peixes, na Nakshatra Revati

Lua Nova em Peixes, na Nakshatra Revati

Sol e Lua se conectarão à 21 graus de Peixes no dia 5 de abril às 6:00 AM (do horário de Nova York), na última Nakshatra do zodíaco, Revati. Quando Peixes e Revati marcam um final, o que também envolve um novo começo, podemos observar culminações que apontam para novas fases iminentes. Portanto, esta Lua Nova pode ser um bom momento para deixar de lado o que está terminado, ou aquilo que não está mais servindo um propósito relevante, e se preparar para dar início a uma nova fase. No calendário Hindu, esta Lua Nova marca o início do ano.

O senhor de Peixes, Júpiter, mudou-se brevemente para seu próprio signo, Sagitário, em 29 de março, dando alguma força a Júpiter, mas com muitas condições. Nesta posição, Júpiter será aspectado por muitas energias planetárias difíceis ao se juntar a Saturno e Ketu em Sagitário, e também recebe o aspecto de Marte em Touro e Rahu em Gêmeos. Mercúrio, o regente da Nakshatra Revati, está se movendo em direção à sua debilitação (em Peixes), mas desfruta de alguns bons momentos em Aquário com Vênus, e também está recebendo o aspecto de Saturno e Rahu.

Após a Lua Nova, à medida que a Lua cresce, a influência positiva e útil de Júpiter deve ajudar a recuperar nosso equilíbrio, avaliar nossos recursos e fazer planos para o crescimento futuro. Pode ser difícil manter uma atitude de positividade devido a Rahu e Marte, que impulsionam a nos mover mais rápido, assim como Saturno e Ketu, que nos forçam a parar tudo e reconsiderar. A influência de Júpiter ajuda a trazer um balanço entre essas energias. O período é bom para iniciar, ou reiniciar, projetos desejosos de expansão; especialmente aqueles envolvendo as energias de Júpiter (conhecimentos elevados, espiritualidade, ensino/aconselhamento, lei, etc.) e Mercúrio (comunicação, diplomacia, comércio, etc.).

Casa Onde O Trânsito Ocorre

Signo Ascendente ou Lunar Casa do Trânsito
Áries 12
Touro 11
Gêmeos 10
Câncer 9
Leão 8
Virgem 7
Libra 6
Escorpião 5
Sagitário 4
Capricórnio 3
Aquário 2
Peixes 1

Início do Novo Ano Védico Marcado Por Esta Lua Nova

O mapa astral que dá início ao Novo Ano Védico mostra uma Dosha Kaal Sarpa formada nas casas 4 e 10. Essas energias são especialmente perigosas para oficiais religiosos e políticos corruptos, cuja corrupção vai ser exposta ao público pela mídia, liderando à processo judicial e condenação. Veremos pessoas públicas lutando contra doenças, assim como alguma epidemia. Condições de Dosha Kaal Sarpa persistirá até o final deste ano e além, trazendo situações difíceis para alguns países e figuras públicas. Jeff Bezos, dono da Amazon, se verá em apuros. Paquistão e Índia terão tensões de guerra. O índice de divórcio aumentará e muitos romances vão falhar. África, América do Sul, Austrália, EUA, México, Índia, Bangladesh, Indonésia, Malásia, Nepal e China podem ser atingidos por graves calamidades naturais em 2019.

Serviços Astrológicos de Interesse

Publicado em Deixe um comentário

Significado de Tithis na Astrologia Védica 🌔

Significado de Tithis na Astrologia Védica

Na cronometragem védica, um tithi (também escrito thithi) é um dia lunar¹, ou o tempo que leva para o ângulo longitudinal entre a Lua e o Sol aumentar em 12°. Em outras palavras, um thithi é um tempo de duração entre os períodos consecutivos que correspondem a quando o ângulo longitudinal entre o sol e a lua é um múltiplo inteiro de 12º. Os tithis começam em horários variados e variam em duração de aproximadamente 19 a 26 horas.

Tithis são usados em astrologia Védica Horária (Muhurta³), para determinar o(s) momento(s) auspicioso(s) de cada dia para certas atividades na vida. Tithi é um dos aspectos mais importantes de Panchang (Panchangam) e, portanto, muitos festivais e cerimônias hindus são baseados em Calendário Tithi. O termo Panchangam (pʌŋʧaːɱɡəm) no idioma Sânscrito refere-se em primeira instancia a Astrologia Védica referindo-se aos “cinco atributos” do dia: Tithi, Vara, Nakshatra, Yoga e Karana. Também é utilizado para nomear um almanaque que contém detalhes sobre o panchangam diário. Panchangam é o calendário astrológico oficial para os Hindus praticantes e prevê fenômenos celestiais, tais como eclipses solares assim como ocorrências astronômicas mais comuns. O estudo do Panchangam envolve conhecimentos de Rasi phala, o impacto dos signos do zodíaco sobre o indivíduo. Astrólogos védicos consultam o Panchangam para datas de casamentos, início de novos empreendimentos e muitas outras atividades.

Panchanga

Um muhurta² hindu (período de 48 minutos de duração) pode ser representado em cinco atributos da astronomia hindu:

  1. Vara → o dia da semana
  2. Tithi → um dia lunar
  3. Nakshatra → o asterismo da Lua
  4. Yoga → a relação angular entre Sol e Lua
  5. Karana → metade de um Tithi

Tithi desempenha um papel importante junto com as nakshatras nas atividades diárias e especiais dos hindus na seleção de muhurta. Há tithis bons e ruins.

Existem 30 tithis em cada mês lunar¹, conforme listado abaixo:

Dia Krishna paksha² (quinzena da Lua Minguante) Shukla paksha² (quinzena da Lua Crescente) Divindade e Propriedades
1 Prathama Prathama A divindade que preside o primeiro dia lunar é Agni e é boa para todos os tipos de cerimônias auspiciosas e religiosas.
2 Dwitiya Dwitiya Vidhatr ou Bramha governa este dia lunar e é bom para a colocação de fundações para edifícios e outras coisas de natureza permanente.
3 Tritiya Tritiya Gauri é o senhor deste dia e é bom para cortes de cabelos e unhas e barbear.
4 Chaturthi Chaturthi Yama / Ganapati é o senhor do 4º dia lunar, o que é bom para a destruição de inimigos, remoção de obstáculos e atos de combate.
5 Panchami Panchami Os Naaga, ou Serpentes, dominam este dia, o que é favorável para a administração de remédios, purgação de venenos e cirurgia.
6 Shashthi Shashthi Karttikeya preside este dia e é favorável para coroações, encontrar novos amigos, festividades e prazeres.
7 Saptami Saptami O 7º dia lunar é governado por Surya (Sol). Pode-se começar uma jornada, comprar meios de transporte e lidar com outras coisas de natureza móvel neste dia.
8 Ashtami Ashtami Rudra governa neste dia, o que é bom para pegar em armas, construir suas defesas e se fortificar.
9 Navami Navami Ambikaa governa neste dia, que é adequado para matar inimigos, atos de destruição e violência. É inauspicioso para cerimônias e viagens.
10 Dasami Dashami Este dia é governado por Dharmaraja e é auspicioso para atos de virtude, funções religiosas, práticas espirituais e outras atividades de devoção.
11 Ekadasi Ekadashi Rudra governa este dia. Jejum, atividades devocionais e lembrança do Deus Supremo são muito favoráveis neste dia. Este dia tem um significado religioso especial no hinduísmo e no jainismo – geralmente observado com jejum.
12 Dvadasi Dwadashi Vishnu ou Aditya governam neste dia, o que é auspicioso para cerimônias religiosas, cerimônia do fogo sagrado e execução de deveres.
13 Trayodasi Thrayodashi Este dia é governado por Kamadeva e é bom para formar amizades, prazeres sensuais e festividades.
14 Chaturdashi Chaturdashi Kali governa neste dia, que é adequado para administrar veneno e envocar elementais e espíritos.
15 Amavasya
(Lua Nova)
Purnima or Paurnami
(Lua Cheia)
Os Pitru Devas governam a Lua Nova, apropriada para a propiciação dos Manes (as almas deificadas de antepassados mortos) e para a execução de austeridades.
Purnima é regido pela Lua e é adequado para atividades alegres e sacrifício de fogo.

¹ O termo dia lunar se refere ao período entre o nascer da Lua, ou Lua Alta, em um local específico da Terra. Este período é tipicamente cerca de 50 minutos mais longo do que um dia de 24 horas na Terra, visto que a Lua orbita a Terra na mesma direção que a rotação axial da Terra. O termo dia lunar também é usado no contexto de noite e dia, isto é, oposto à noite lunar. Nos calendários lunares, um mês lunar é o tempo entre duas oposições sucessivas (novas luas ou luas cheias). A definição precisa varia, especialmente para o começo do mês.

² Paksha (ou pakṣa: sânscrito: पक्ष) refere-se a uma quinzena ou a uma fase lunar em um mês do calendário lunar hindu. — Literalmente significando “lado”, um paksha é o período de cada lado do Dia da Lua Cheia (Purnima). Um mês lunar no calendário hindu tem duas quinzenas e começa com a Lua Nova (Amavasya). Os dias lunares são chamados de tithis e cada mês tem 30 tithis, que podem variar de 20 a 27 horas. Um paksha tem 15 tithis, que são calculados por um movimento de 12 graus da Lua. A primeira quinzena entre o Dia da Lua Nova e o Dia da Lua Cheia é chamada “Gaura Paksha” ou Shukla Paksha, o período da Lua brilhante (Lua crescente), e a segunda quinzena do mês é chamada “Krishna Paksha”, ou Vadhya Paksha, o período da Lua que se desvanece (Lua Minguante). Nimach Panchang começa o novo mês lunar desde o primeiro dia de Krishna Paksha enquanto que Gujarat Panchang inicia um novo mês lunar a partir do primeiro dia de Shukla Paksha. Shukla Paksha (período da Lua Crescente) é um período de 15 dias, que começa no dia Shukla Amavasya (Lua Nova) e culmina com o dia Purnima (Lua Cheia) e é considerado auspicioso porque é favorável ao crescimento ou expansão em todos os planos de existência, ou seja, plano mental, físico e espiritual. Vários festivais hindus são realizados durante este período.

Muhūrt

³ Muhūrt (sânscrito: मुहूर्त) é uma unidade de medida hindu para o tempo junto com nimesh, kāṣṭhā e kalā no calendário hindu.

Nos Brāhmaṇas, muhūrta denota uma divisão do tempo: um trigésimo de um dia, ou um período de quarenta e oito minutos. O sentido “momento” também é comum no Brāhman. No Rigveda, encontramos apenas o sentido “momento”. Além disso, cada muhūrta é dividido em 30 minutos (indianos) ou kalā (produzindo 30 Kalā, ≈48 minutos). Cada kalā é dividido em 30 segundos (indianos) ou Kāṣṭhā, perfazendo 30 Kāṣṭhā ≈ 1,6 minuto ocidental.