Publicado em Deixe um comentário

Mitos e Verdades Sobre Sexta-Feira 13 e Este Número

Mitos e Verdades Sobre Sexta-Feira 13 e Este Número

O número 13 tem muitos significados e interpretações em diferentes religiões e partes do mundo.

Língua dos 13

Em hindi, é chamado de ‘Terah’, que significa ‘seu(s)’. Representa seus karmas. No contexto espiritual, também pode significar que tudo pertence a um Deus / Criador, incluindo a alma presente em todo ser humano.

O Que os Escritos Dizem?

De acordo com as leituras dos números angelicais, significa que os anjos estão com você. Além disso, de acordo com essas leituras, o número 13 diz: Os Mestres Ascensos pedem que você seja positivo e dê a eles quaisquer medos ou dúvidas para que possam curar e transmutar. Isso também significa o sagrado feminino, a deusa e o lado intuitivo. Existem 13 ciclos lunares em um ano.

O Que Há Nas Cartas de Tarô?

O número 13 traz o teste, o sofrimento e a morte. Simboliza a morte para a matéria, ou para si mesmo, e o nascimento para o espírito: A passagem para um nível superior de existência. No Tarô, a carta nº 13 é chamada de Morte, mas significa principalmente a morte de um período de luta para um novo começo. Em alguns baralhos de Tarô, o décimo terceiro mistério do Tarô não tem nome. Marca a incerteza, a hesitação, a inconstância ou, novamente, uma transformação, o fim (a morte) de algo e uma renovação, uma ruptura, ou seja, uma mudança muito importante.

13 E Sua Conexão Com A Feminilidade

Nas culturas antigas, o número 13 representava a feminilidade, porque corresponde ao número de ciclos lunares (menstruais) em um ano (13 x 28 = 364 dias). A teoria é que, quando o calendário solar triunfou sobre o lunar, o número treze se tornou anátema.

13 É Um Sinal De Má Sorte?

Para os supersticiosos, esse número traz má sorte ou infortúnio. Isso remonta aos tempos bíblicos. Diz-se que Judas, que traiu Jesus, é o décimo terceiro discípulo. Além disso, o décimo terceiro capítulo de Apocalipse é reservado ao anticristo e à besta. É também o dia em que se diz que Cristo morreu na cruz.

Segundo uma lenda, um ano que continha 13 luas cheias, em vez de 12, representava problemas para os monges encarregados dos calendários. Isso foi considerado uma circunstância muito infeliz, principalmente pelos monges encarregados do calendário de treze meses para aquele ano, e perturbou o arranjo regular dos festivais da igreja. Por esse motivo, 13 passou a ser considerado um número azarado.

No entanto, num século típico, haverá cerca de 37 anos com 13 luas cheias comparado com 63 anos com 12 luas cheias, e normalmente a cada terceiro ou quarto ano teria 13 luas cheias, tornando-se uma ocorrência razoavelmente comum, improvável de taxar os monges mais do que anos bissextos.

Superstições Associadas Ao Número

Ver um gato preto numa sexta-feira 13 leva ao infortúnio. É preferível não sair naquele dia, mas se alguém sai por uma porta, é sempre necessário entrar pela mesma porta. A superstição da sexta-feira 13 também foi revivida nesta era de computação por alguns vírus introduzidos nos sistemas de computadores que apareciam apenas na sexta-feira 13.

Nada Ruim

O vidente, por outro lado, prevê um futuro melhor na sexta-feira 13. Na França, sempre que há uma sexta-feira 13 no calendário, a Loteria Nacional organiza um sorteio especial porque alguns escolhem esse dia para apostar dinheiro.

Outros Fatos Sobre O Número 13

O número 13 na religião de Coperos (pequena cultura no Brasil) é como um número de Deus. Todos os coperos devem saber que esse número pode salvar a humanidade.

Treze é o nome de uma revista de motocicletas personalizada e de cruzeiro que é publicada na Nova Zelândia. O nome Treze refere-se à letra “M”, pois é a 13ª letra do alfabeto.

(Crédito: Astrólogo Dr. Soniyaa P Bhaagiyaa)

Em crenças na Grécia antiga, Zeus era o 13º e mais poderoso Deus da mitologia grega. Assim, 13 é o símbolo da natureza incorruptível, poder e pureza. 13 é para conclusão espiritual (num mapa védico é a invisível casa depois da última, a 12, que representa morte física). 13 é número primo e, portanto, só pode ser divisível por si só. Portanto, é um número completo em si. Assim, o 13º é o símbolo da totalidade, conclusão e realização.

Em crenças tailandesas, o Ano Novo tailandês é comemorado no dia 13 de abril. É considerado um dia auspicioso quando todos os maus presságios são levados pela água.

Em crenças hindus, o 13º dia de qualquer mês é um dia extremamente auspicioso, de acordo com o hinduísmo. 13º dia é Trayodashi de acordo com o calendário hindu. Este dia é dedicado ao Senhor Shiva. O vrat Pradosh observado em homenagem ao Senhor Shiva geralmente cai no 13º dia do mês. A pessoa que adora o Senhor Shiva neste dia é abençoada com riqueza, filhos, felicidade e prosperidade. Portanto, o 13º é considerado um dos dias mais frutíferos do mês, de acordo com as crenças hindus. Maha Shivaratri também é comemorado na 13ª noite do mês Magha, que é considerada muito sagrada e santa para todos. Assim, se não nos alinhamos às visões ocidentais, o número 13 não passa de um número. Pelo contrário, se olharmos para as crenças hindus, o 13º pode ser o dia mais sortudo da sua vida. Então, esqueça o mito e comemore com entusiasmo a sexta-feira 13.

(Crédito: Sanchita Chowdhury)

Faça Sua Numerologia Védica ou Tarô

Publicado em Deixe um comentário

Consequência Cármica de Leitura de Mão Enganosa

Consequência Cármica de Leitura de Mão Enganosa

Neste texto, meu querido amigo e autor contatado, Domingos Yezzi, menciona a Quiromancia. Vejam o que ele sabiamente diz:

“… levo em consideração os conhecimentos karmicos da Christina sobre o Horóscopo Indiano, ou Védico, que apesar de não ser matemático, pode dar uma visão aproximada do caráter e da personalidade de uma pessoa e bem como do seu futuro. Você nasceu em determinado signo, o qual, veio patrocinado pela junção de alguns planetas, que queiramos ou não, admitemos ou não, também não nos foram dados por acaso, pois, conforme meus estudos e as informações que recebo “de fora”, nosso Perispírito com seu respectivo DNA energético, aguardou no astral o momento exato de retornar à vida, justamente para poder usufruir de todas essas variações e possibilidades das quais falei. Há também, o lado da Quiromancia, ou seja, o saber ler as linhas traçadas em nossas mãos, as quais, são específicas e particulares, foram pulsadas por cada um de nossos Perispíritos quando estávamos no ventre materno e formam um verdadeiro mapa demonstrativo de nossas futuras caminhadas, na reencarnação que abraçamos, independentemente dos rumos religiosos ou não que escolheremos ou que nos serão impostos durante a vida. O que vale dizer que, essas linhas, quando não mal usadas e mal interpretadas pelas ciganas “buenas dichas”, que as utilizam para proveito próprio, a ciência num futuro próximo, poderá colocá-las num grande computador, mapeando e computando as linhas das mãos dos que já morreram e as linhas dos que vivem ou nasceram agora, obtendo com precisão, como será a vida de cada ser e o que deverá ser feito para melhorar, curar, transformar e etc. Como você vê, o assunto vai longe, mas infelizmente, não há outra pessoa que se arrisque ou que tenha o meu karma, ou ainda a missão de saber abordá-lo!” ~ Domingos Yezzi

Então, se for ter uma leitura de mão, assegure-se que o leitor/analista seja não somente conhecedor fatual do assunto, mas também alguém honesto e íntegro.

 

Publicado em Deixe um comentário

Sadesati: O Período de Viver O Karma

Sadesati

Sadesati é o período de sete anos e meio de Saturno (Shani). Esta é uma fase astrológica muito temida na astrologia védica por ser um período de grandes desafios. É reconhecido como o período do karma, trazido por Saturno.

O período de Sadesati começa quando Saturno entra no signo imediatamente antes do signo lunar de nascimento do nativo. Isto é, se o signo da Lua (Ayamsha) no momento do nascimento do nativo é Touro, então Sadesati começará quando Saturno entrar no signo de Áries. O período de Sadesati continuará enquanto Saturno transitar sobre este signo e os próximos dois signos; ou seja, o signo de nascimento e o signo após ele. Saturno fica em torno de dois anos e meio em cada signo. Para cruzar esses três signos, leva cerca de sete anos e meio. Assim, o nome Sadesati significa, literalmente, sete e meio.

De acordo com uma escola de astrologia védica, este é um momento problemático para o nativo que está passando por ele e pode haver muitos desafios na vida da pessoa. Se Saturno estiver mal posicionado em casas ruins, ele poderá enfrentar desafios que reflitam este mau posicionamento. No entanto, há outra escola de astrologia que acredita que, embora o período sadesati seja desafiante, não é tão prejudicial quanto muitos astrólogos alegam, e que muitas pessoas, dependendo de seu karma, podem obter muito sucesso durante o período do Sadesati. Saturno, o karaka (significador) de trabalho duro, disciplina, velhice e autoridade, trará resultados baseados em como o indivíduo viveu sua vida até aquele ponto. Se a pessoa foi disciplinada e trabalhou duro, este é o momento em que Saturno mostra suas recompensas. Os maiores desafios de Sadesati durante esse período, e como o indivíduo lida com ele, dão o tom para os próximos 22 anos e meio, à medida que Saturno começa a se mover pelos doze signos novamente.

O impacto de Sadesati deve ser sentido de maneira diferente por pessoas de diferentes signos da Lua. Diz-se que as pessoas com a Lua em Aquário não têm quaisquer efeitos nocivos do Sadesati, enquanto que as pessoas com o Sol em Leão sentem o impacto mais maléfico, porque Saturno considera o Sol, o governante de Leão, como o seu amargo inimigo.

Sadesati é dividido em três fases chamadas Rising, Peak e Setting  (Ascendência, Pico e Descendência) e os resultados de Sadesati variam de acordo com a fase que o nativo estiver passando.

A astrologia védica também prescreve certos remédios e mantras que podem ser recitados para agradar ao senhor Saturno (Shani) e limitar o efeito do Sadesati de Saturno. Os remédios também incluem orações ao Senhor Ganapathy ou Vigneswara, bem como a Hanuman ou Anjaneya.

Outro trânsito astrológico de Saturno é o Dhaiyya (de 2½ anos), também conhecido como Pequeno Panoti (Pequeno Problema), e Kantakshani, ou Ashtamshani. Este trânsito de Saturno ocorre quando Saturno está transitando pelo 4º signo a partir da Lua natal (Kantak Shani), ou do 8º signo a partir da Lua natal (Ashtamshani). A astrologia védica diz que esses dois são períodos perigosos, mas não tanto quanto o Sadesati.