Para Que Viver?
Home » Iluminação » Extraterrestre » Zetas » Para Que Viver?

Para Que Viver?

postado em: Extraterrestre, Iluminação, Zetas 0 |
Duração da Leitura 4 minutes

Uma reação comum entre os humanos ao contemplar pela primeira vez a mudança de pólo apresentada por nós, é pensar que a melhor opção é ir com as ondas gigantes, afundar sob os destroços de terremoto ou ser jogado contra uma parede por ventos fortes e ter tudo acabado rapidamente. A maioria dos sobreviventes de desastres múltiplos fica paralisada até que a morte os alcance. Imagine o desastre [das torres] do World Trade Center, sem resgate. Nenhum alimento trazido, nenhum resgate financeiro, nenhuma atenção da mídia. Em essência, isso é uma depressão, em que cada vez menos é feito com o passar do tempo. A doença se instala, e aqueles que estão atordoados e incapazes de ver uma saída são finalmente liberados [pela morte], silenciosamente.

Apresentamos um cenário de luta pela sobrevivência em primeiro lugar, com viagens e terror e uma vida dupla de incertezas devido ao encobrimento do estabelecimento [governamental]. Superando isso como um problema de curto prazo, o problema maior surge como uma nuvem negra. A vida após o Evento é repleta de florestas morrendo, falta de gado ou rebanhos ou animais selvagens para comer e jardins que não vão florescer. Adicione a isso a descrição de um mundo Louco ao Máximo, onde um conjunto de leis e um corpo governante serão inexistentes ou voltados para o autosserviço, gangues de saqueadores e a necessidade de viver para sempre em um modo discreto para sobreviver. Depois, chega-se ao período de 25 anos de escuridão vulcânica, com mudanças climáticas exigindo que a vegetação se ajuste, bem como tentar crescer novamente, e parece muito distante antes que alguém possa sentar na varanda à noite para desfrutar. Os que têm filhos se desesperam se serão educados, se viverão até a idade adulta sem problemas de saúde, dentes podres, doenças dolorosas, apenas para descobrir que estão gerando filhos para um mundo que é um pesadelo. Os que estão com a saúde debilitada imaginam que se tornarão um fardo para os outros, temem que isso aconteça em passos lentos, de forma que não se dêem conta disso, talvez senis ou comatosos devido à fome, e incapazes de controlar sua vida de forma alguma.

Assim, há grandes preocupações para quem leva a mensagem semi-seriamente, e o primeiro pensamento é que isso é um pesadelo a ser evitado. Então, dada essa perspectiva, para que viver?

✔️ Aqueles que estão fortemente [orientados] no Serviço-aos-Outros não têm problemas com este cenário, pois eles rapidamente decidem como será a vida dos outros e tomam suas decisões de acordo. Isso não é diferente do que eles experimentam todos os dias hoje. Eles podem ser informados de que têm câncer, mas consideram quem depende deles e planejam sua vida de acordo com isso. Eles podem ouvir que alguém da família ou um vizinho vai passar por tempos difíceis e ajustam seu próprio estilo de vida para abrigá-los e compartilhar o que eles têm. Eles podem ser informados de que alguém próximo deixou de cumprir suas responsabilidades e intervir sem hesitar para preencher a lacuna, sendo um pai de filhos sem pai ou algo assim. Assim, aqueles que estão fortemente no Serviço-aos-Outros não estariam propensos a pronunciar uma frase como “por que viver?” pois sabem por que tempos difíceis em particular exigem que alguém esteja presente para os outros.

✔️ Aqueles que se dedicam ao Serviço-a-Si-Mesmo resolvem isso de maneira semelhante, mas na direção oposta. Assim como acontece com suas decisões cotidianas, eles examinam a situação para ver como ela pode ser aproveitada para seu próprio prazer ou posição de poder. Uma vez que as vítimas podem ser apresentadas a qualquer momento, eles presumem muitas vítimas, saques, roubos e uma abundância de potencial selvagem em uma situação pós-mudança de pólo. Assim, aqueles que são altamente prestativos a si próprios também não dirão “por que viver?” enquanto eles estão lambendo os lábios e esfregando as mãos [nesta expectativa].

✔️ Os indecisos são os que provavelmente farão a declaração: “por que viver?” já que eles não polarizam em nenhuma direção, mas ao invés disso pensam em sua própria vida, e como eles interagem diariamente com os outros, ou o que eles esperam como sua alimentação diária. O foco é o eu, mas como criança se concentra em si mesmo. Como isso me afetará, o que farei quando for apresentado a isso ou aquilo sem os recursos que espero estar disponíveis para mim? O espírito imaturo empurra o cenário pós-mudança de pólo apenas até certo ponto, para as bordas do casulo como eles vêem sua vida, e vêem que este casulo não está lá. O emprego terá acabado, amigos e familiares podem morrer ou se perder, as prateleiras das lojas vazias, os escritórios do governo simplesmente não têm pessoal e a quem eles recorrem com suas reclamações? Assim, são os imaturos, os indecisos, que vão apresentar os líderes com problemas de motivação no após o Evento.

~ ZetaTalk, 15 de abril de 2002
US$63 / Ano
Estudos Extraterrestres

Estudos em Conhecimentos Extraterrestres

Estudos em assuntos extraterrestres e paranormais.

Saiba mais ...

US$ 0
Estudos em Automelhoramento

Estudos em Automelhoramento

Estudos para prática do automelhoramento

Saiba mais ...

$0
Estudos em Autoconhecimento

Estudos em Autoconhecimento

Estudos em autoconhecimento com ciências ocultas

Saiba mais ...


Anuncie no ILUMINA Publicações onde nosso tráfego aumenta a cada dia!

Seguir Chris Breault:

Webmaster, Tradutora e Consultora

Chris Breault é graduada como Webmaster tendo mais de 30 anos de experiência na indústria de computação, bilíngüe fluente em inglês e português. Chris possui muitos anos de experiência na administração de websites, incluindo numa capacidade governamental, e ela vem studando e praticando ciências ocultas desde 2008.
Últimos Posts de