Deuses Antigos
Home » Iluminação » Extraterrestre » Zetas » Deuses Antigos

Deuses Antigos

postado em: Extraterrestre, Iluminação, Zetas 0 |
Duração da Leitura 5 minutes

“Não é por acaso que os habitantes hominoides do 12º Planeta se parecem e se vestem como deuses gregos, os deuses do Monte Olimpo, pois são um e o mesmo. Histórias mitológicas sobre raios sendo lançados e viagens pelas nuvens foram baseadas nos feitos tecnológicos desses visitantes da 3ª densidade do 12º planeta, que haviam dominado o equivalente moderno dos lasers e do transporte de um indivíduo por meio de um foguete propulsor preso às costas. Para os humanos primitivos, que mal chegavam à cintura dos gigantes robustos e bonitos, eles eram deuses. Diz-se que os deuses gregos são ciumentos e coléricos, por um lado, e gentis e mentores, por outro — um pouco como as pessoas. Claro, eles não eram deuses, não mais do que os humanos de hoje, mas suas façanhas humanas ainda são relatadas com admiração.

“As lendas entre muitas culturas humanas sobre as façanhas dos hominoides gigantes do 12º Planeta são em grande parte devido às regras rígidas que esses visitantes tinham em relação ao cruzamento com os humanos que usavam como escravos virtuais. Separados dos humanos dessa maneira, eles mantiveram sua vantagem, já que eram de longe os maiores, os mais avançados tecnologicamente e a raça hominoide mais inteligente da terra. Os humanos estavam, na época, evoluindo do estágio de homem das cavernas, com apenas um gênio ocasionalmente nascido nas linhagens puramente humanas. Durante a evolução de qualquer espécie de 3ª densidade, a inteligência é gradualmente aumentada devido à seleção genética, os indivíduos mais espertos transmitindo sua genética devido à sua habilidade de escapar do perigo e manipular as circunstâncias ao seu redor. Assim, as discrepâncias entre os humanos e os visitantes do 12º Planeta eram muitas e significativas.

“As histórias geradas por esses gigantes altos e imponentes são quase infinitas na mitologia humana, mas podem ser reconhecidas e diferenciadas de histórias baseadas em meros humanos por vários traços distintos:

  • Os deuses tinham aparência hominoide. Meros humanos não são elevados à estatura de deuses por outros humanos, apesar das culturas que temporariamente, e de maneira condescendente, chamam um rei ou chefe humano reinante de deus.
  • Os hominoides eram selvagens e exigentes no tratamento de seus escravos humanos, executando-os por infrações triviais como exemplos e implacáveis, não importando quão trivial fosse a afronta ou fervorosas as desculpas.
  • Eles tinham uma tecnologia que parecia milagrosa para a época, como a capacidade de lançar o que pareciam ser relâmpagos, ou flutuar acima do solo, ou decolar em foguetes, ou realizar cirurgias sem deixar o paciente morto.
  • Eles viviam separados dos humanos, em bairros ou aldeias separados, mas visitavam seus escravos humanos com frequência suficiente para que os escravos se considerassem incapazes de escapar, em cativeiro sem laços físicos.

“Antigos deuses egípcios, antigos deuses babilônios, os visigodos da Alemanha, antigos deuses maias e incas, são quase um indivíduo particular da realeza do 12º planeta, estacionados na Terra para supervisionar as operações de mineração [de ouro]. Histórias sobre rebeldes antigos, notáveis ​​por sua estatura e coragem na batalha, também são frequentemente baseadas em parte na herança desses visitantes, já que o rebelde na maioria das vezes carregava alguma genética do estupro de uma escrava que de alguma forma conseguiu escapar e gerar seu bebê superdimensionado vivo. O legado hoje é geneticamente distribuído pelos países do Oriente Médio, países germânicos e mares do sul, e é identificável nos humanos que simultaneamente possuem uma grande estatura, um temperamento feroz e uma musculatura forte. Mas, em vez de serem considerados deuses, eles costumam ser considerados criminosos.”

~ Zetas

Genealogia Annunaki

Os Annunaki são geneticamente próximos o suficiente do homem para serem capazes de cruzar, e já o fizeram no passado enquanto ocupavam a Terra para extrair ouro, senhores de escravos sobre o homem primitivo que eles colocaram nas minas. De acordo com os Zetas, David na lenda de David e Golias era um mestiço, lutando contra um Annunaki de sangue puro em Golias.

Gigantes na Terra

Rei David

Como muitos humanos que carregaram genes originários dos hominoides gigantes do 12º Planeta, o Rei David era muito admirado por sua força e coragem. O fato de ele ter enfrentado um desses gigantes na histórica batalha de David e Golias não é surpreendente, já que ele tinha um ódio pessoal por sua dominação, aprendido no colo de sua mãe. As escravas, que eram mantidas em cativeiro para agir como mais do que cozinheiras e empregadas domésticas, engravidavam ocasionalmente dos soldados brutais e ferozmente fortes que trabalhavam a serviço dos postos avançados de mineração que os governantes do 12º Planeta rotineiramente colocavam em funcionamento durante cada passagem periódica do 12º Planeta [Nibiru] através do Sistema Solar. Escolhidos por sua brutalidade inabalável no cumprimento do dever, esses soldados eram usados ​​para manter em linha os escravos humanos que trabalhavam nas minas e raramente demonstravam ternura, nem mesmo para com suas amantes.

Na maioria das vezes, uma escrava que havia engravidado morria no parto, incapaz de dar à luz um bebê enorme, levando seu filho com ela. Em raras ocasiões, mestiços sobreviveram, geralmente sem suas mães que sangraram até a morte ou foram dilaceradas além de reparo. A mãe de David, como ele, tinha genes de mestiço e, portanto, tinha quadris para suportar o produto do estupro e sobreviver. Além da grande força e coragem inabalável que são características dos hominoides gigantes do 12º Planeta, eles têm um propósito único quando são levados à raiva. Assim, ele se tornou um líder dos oprimidos, e era tido em grande estima, reverência expressa em devoção ao seu símbolo, a Estrela de Davi. Sua linhagem, a Casa de David, era conhecida principalmente por sua liderança corajosa, o que não surpreende quando se considera a ancestralidade.

~ Zetas

Então, de acordo com os Zetas, e confirmado por esta e esta reportagem, tem havido uma disputa sobre o ouro minerado da Terra por milhares de anos e continua até hoje!

Gigantes na Terra

O capítulo 6 de Gênesis nos diz: “Havia gigantes na Terra naquela época e depois.” Dizia-se que o Golias bíblico era apenas um dos quatro irmãos. Existem incontáveis ​​contos de gigantes de todo o mundo: da tradição nórdica, indiana, maia, asteca, inca e grega. Crédito: ZetaTalk.com

Anuncie no ILUMINA Publicações onde nosso tráfego aumenta a cada dia!

Seguir Chris Breault:

Webmaster, Tradutora e Consultora

Chris Breault é graduada como Webmaster tendo mais de 30 anos de experiência na indústria de computação, bilíngüe fluente em inglês e português. Chris possui muitos anos de experiência na administração de websites, incluindo numa capacidade governamental, e ela vem studando e praticando ciências ocultas desde 2008.
Últimos Posts de