Comentários do Autor Sobre As Mensagens
Home » Iluminação » Extraterrestre » Domingos Yezzi » O DNA do Espírito e os ETs » Comentários do Autor Sobre A Mensagem de “Nhô” Zé

Comentários do Autor Sobre A Mensagem de “Nhô” Zé

postado em: Domingos Yezzi, Extraterrestre, Iluminação, O DNA do Espírito e os ETs 0 |
Duração da Leitura 3 minutes
Estudos Extraterrestres, Estudos em Autoconhecimento, Estudos em Automelhoramento
Previsões Astrais e Remédios, Previsões de Retorno Solar, Previsões de Trânsitos, Previsões de SadeSati
Análise de Mão, Análise de Profissão, Análise de Compatibilidade, Pergunte Qualquer Coisa
Curso de Quiromancia Védica, Manual de Quiromancia Védica, Curso de Astrologia Védica, Curso de Positividade na Prática
Relatório Astral Védico, Horóscopo Védico em Português, Horóscopo Jaimini, Horóscopo Nadi

Como os prezados leitores podem perceber, a Entidade Espiritual ao se desencarnar, conserva sempre sua última forma que teve na matéria e todas as suas respectivas consequências, tais como; a forma física anterior, a idade, a cor, os embotamentos de conhecimentos anteriores, os quais jamais serão perdidos, pois sempre estarão registrados em sua Alma, contudo, se torna mais difícil seu aprendizado e sua atualização social, no tempo e no espaço.

A Entidade Espiritual denominada de “Nhô” Zé, um preto velho do século vinte, por motivos cármicos, teve que se reencarnar como preto e remanescente da horrível época da Escravidão Negra em nosso país, entretanto, conservou sua sabedoria, mas foi desatualizada momentaneamente, durante aquela reencarnação, e agora busca consciente e afoitamente retornar ao “quantum” vibratório e de conhecimento que possuía quando viveu na Antioquia – Grécia. Mas ele poderia ter sido desviado para a maldade, em virtude de suas revoltas pela miséria e sofrimentos pelos quais passou, mas não, sua índole de Espírito Evoluído o manteve sempre bom e humilde e em contato com amigos de outrora, como nós, que sempre o tratamos de igual para igual e com muita consideração. Nos afeiçoamos um ao outro, apesar de eu ser um menino da cidade, com meus doze a treze anos e ele, um senhor de mais de 70 anos, de cor, com seus cabelos muito brancos, muito simples e muito humilde. Trocávamos muitas ideias e ele não se cansava de me contar suas vivências.

Portanto, a mensagem dele, nos leva a meditar como é maravilhoso o dom da vida e como temos que aproveitar esse dom para aprendermos tudo o que se apresentar pela nossa frente, extrairmos o que for bom, não desperdiçarmos o nosso tempo de vida com coisas vulgares e que não constroem nosso futuro espiritual, procurarmos agregar conhecimento para engrandecimento de nosso Espírito, pois este jamais se apagará e não permitirá que nossa mente fique embutida e nos prive de adentrarmos os novos horizontes que o Criador nos coloca à frente, e tenhamos que retornar para refazer as lições, como o querido “Nhô” Zé confessou que teria que fazer, apesar de ter um Espírito com larga vivência e experiência. Na verdade, para que recomeçasse bem, teria que reencarnar entre pessoas que o levassem a empreender novas ações, novas faculdades, agora do século vinte e um, com uma nova roupagem física, sem as mágoas e resquícios das vidas pretéritas, nas quais sofreu o martírio da escravidão e do esquecimento obrigatório promovido pelas reações cármicas, às quais, todos os seres humanos estão sujeitos.

Desta forma, digo que feliz daquele que sabe aproveitar o seu tempo de vida na matéria densa e ao se desligar dela, consiga vislumbrar o horizonte infinito do seu futuro e não tenha que ficar preso aos seus atos do passado e à mercê de seus algozes e vítimas! Por isso, só me resta lamentar por aqueles cujas mentes, ainda obtusas, bloqueadas por religiosidades ultrapassadas e ignorância total, teimam em não querer aceitar o fato já sobejamente consumado e comprovado da existência da propriedade da Reencarnação e, com isso, desperdiçam tempo e vidas se digladiando com os choques e entrechoques do mal entendimento das palavras bíblicas, dando margem às interpretações dúbias que cerceiam todo o progresso espiritual humano. Se aqueles seres que se mantêm na rejeição desse fato, soubessem o tempo de vida que estão desperdiçando, jogando fora, com certeza, não haveria arrependimento que chegasse a fim de recuperá-lo e, bem como, verificariam que não adiantou de nada rejeitarem aquilo que foi colocado à disposição dos seres humanos para permitir-lhes seguirem a evolução tanto do mundo físico, ou mundo da terceira dimensão, e o mundo espiritual, ou o mundo paralelo, o qual queiram ou não, aceitem ou não; existem e sem os quais também não haveria a continuidade e o progresso universais, através do Tempo e do Espaço!

~ Domingos Yezzi, O DNA do Espírito e os Extraterrestres

Curso Online de Astrologia Védica: Princípios Védicos, Planetas nas Casas, Efeitos dos Signos, Nakshatras e muito mais!

Traduções (Inglês-Português), Produção de Documentos, Serviços de Webmaster @ Christina.Services

Quiromancia Védica com Chris Breault: Leitura Personalizada da Mão, Dedos, Montes e Linhas e Mais!

Construção e Hospedagem de Website

Curso Online de Quiromancia Védica: Introdução e Princípios • Unhas, Dedos e Polegar • Mãos e Montes • Linhas, Símbolos e muito mais!

Seguir Domingos Yezzi:

Autor Contatado

Nascido em 1935, autor contatado por extraterrestres, cursado em Ciências contábeis, Economia, Análise de Sistema e Música. Serviu como Diretor Técnico da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, São Paulo, por 10 anos, onde pertenceu como “naipe” dos primeiros violinos. Fez estudos de Parapsicologia e Desenvolvimento Paranormal, enquanto alinhava os fatos que vinham lhe ocorrendo desde os seus 8 anos de idade, com relação a vidência, aurividência, e os contatos diretos com seres de outros planetas. Com sua falecida primeira esposa, fez um trabalho de mais de 36 anos de estudos e catalogações de variadas fenomenologia existentes.