👽 Céu e Inferno

👽 Conversa Zeta: Céu e Inferno

👽 Conversa Zeta: Céu e Inferno

O Céu e o Inferno são descritos na Bíblia e no Alcorão como lugares proporcionais às recompensas merecidas por aqueles que têm funcionado na orientação do Serviço-aos-Outros ou do Serviço-para-Si-Mesmo — na mente dos autores desses livros, que em maioria estavam no [na orientação do] Serviço-aos-Outros quando eles criaram os livros. Pois dentre os povos primitivos, que dependiam do fogo para cozinhar e aquecer, incêndios eram um dilema conhecido, e a dor de tal acidente não era desconhecida. Assim, como uma das dores mais excruciantes, lenta de curar e sofrida de muita dor durante o processo de cura, o fogo eterno era o pior dos piores [pensamentos].

Da mesma forma, quanto mais alto ía-se, fisicamente falando, melhor se tornava. Especificamente, estamos descrevendo morar em topos de colinas versus vales, e ter a área de acampamento mais alta versus uma em baixo. Como diz o ditado, “a bosta corre para baixo”. Vales são abafados e têm umidade, lagartos, cobras e insetos em abundância. Os topos das montanhas têm brisas e vistas. Melhor ainda é o que os pássaros apreciam, alto nos céus. Nada pode tocá-los, e tão bons quanto os topos das colinas, os céus devem ser ainda melhores! Assim, o céu é visto nos céus, e quanto mais alto, melhor.

De fato, as sobremesas merecidas do Serviço-aos-Outros e do Serviço-para-Si não são o Céu e o Inferno, mas viver com sua própria espécie, que é, de certa maneira, com nossa forma de pensar neste jeito, um tipo de céu e inferno.

Escrito em 15 de julho de 1995 © Todos os direitos reservados: ZetaTalk.com

Traduzido por Vaani Bhadra [t/c/c Chris Breault]

 

Deixe um comentário